quinta-feira, 14 de julho de 2011

Um Menino, Um Fogão, Uma Mesa e Uma Bombona de 20L de Água

Personagens:
Eduardo, ou filho, ou bebê: Um menino que estava com a garganta bem inflamada e teve que tomar antibiótico o que ocasionou uma bela diarréia que ocasionou uma assadura de matar, com direito a sangue e tudo mais.
Mãe (ou Michele): Uma mãe tentando curar a assadura do seu filho (Eduardo), que acabou tendo que ir na Unimed no domingo, pois estava sem voz desde sexta feira. Foi diagnosticada com Laringite, tomou um monte de cordicóide, inchou um horror, não melhorou voltou na unimed na quarta feira de manhã. Passou a manhã inteira na Unimed, fez raio X, e está com uma sinusite daquelas, ainda sem voz.
Fogão Electrolux Duplo forno: Que Amo;
Bombona de 20L
Mesa Triangular

Cenários:
Casa: com fogão na frente da mesa;
Casa da Vizinha;
Consultório da Tia Bia;
Unimed (de novo)

CENA 1
Mãe vai buscar o filho na creche e percebe que está sem água, liga para o disk água e pede para que entregue a água até as 14 horas, pois tem pediatra as 15hs. Pontualmente o cara da água chega as duas, a mãe pede para que ele coloque a bombona em cima da mesa, pois precisa arrumar o local pra colocar a bombona. O cara vai embora.

CENA 2
A Mãe, olha pra bombona em cima da mesa e olha pro filho que se dirige até a mesa. A Mãe pensa, não devia deixar ele chegar perto da mesa... mas resolve primeiro fechar a porta da casa, dá dois passos e escuta um barulhão.

CENÁRIO CENA 3
Eduardo, caido no chão, cheio de caco de vidro, bombona no chão, e mesa virada e presa no banco.

CENA 3
Mãe ao escutar o barulho se vira imediatamente, e corre pra retirar o seu filho do meio de um monte de caco de vidro. Eduardo estava no chão, aos prantos, cheio de caco de vidro, a mesa inclinada, presa no banco, a bombona de 20L ao lado dele, o vidro do forno quebrado e quebrando. A Mãe, sem pensar, retira seu filho daquele lugar, corre até a garagem, começa a tirar a roupa do filho e limpar os cacos de vidro, e vê sangue saindo pela linda cabecinha do seu filho.

CENA 4
A mãe corre até a vizinha da frente com a criança no colo, tirando os cacos de vidro, toca a campainha, a vizinha não está. Olha para a outra vizinha, sai correndo, toca a campainha e pede, meio apavorada, para ficarem com o seu filho pois ele acabou de quebrar o forno com a cabeça...
A vizinha querida fica com ele e a mãe apavorada volta correndo pra casa pra tentar tirar os cacos de vidro e correr pra pediatra.

CENA 5
Mãe tenta limpar tudo, pelo menos na sala, tenta tirar os cacos de vidros, e ainda está sem conseguir pensar no que aconteceu.
(todos se perguntam: Por que ela não foi direto pra pediatra? Por que ela foi limpar os cacos de vidro? Resposta: Porque tinha muito vidro por tudo, porque o vidro que havia ficado no forno ainda estava caindo e o estrago poderia ser maior, porque o cachorro fica dentro de casa e ia se cortar inteiro e a mãe ia pirar na batatinha.

CENA 6
Mãe volta na casa da vizinha, pega o filho que estava brincando, leva pra casa, troca ele, acha mais uns cacos de vidro. O cunhado querido chega. Mãe pede pro cunhado tentar terminar de limpar tudo, pega a vizinha e vão para o consultorio.

CENA 7
Todos no carro, Mãe, Eduardo, Vizinha e Vicente (filho da vizinha), a mãe ainda está em choque, não consegue raciocinar muito, só sabe que tem que chegar na tia bia, pois já está atrasada.

CENA 8
Chegam no consultório e a Secretária querida olha e diz: Mulher o que aconteceu? você sempre chega mais cedo! E a mãe responde: Eduardo caiu, não sei se ele quebrou o forno com a cabeça ou se a bombona quebrou o forno...
Mãe encontra a tia bia e conta o que aconteceu (com o resto de voz que apareceu) e a bia começa a tirar a roupa do eduardo e apalpar ele, e a mãe, olhando a cena, fala: eu nem lembrei de fazer isso... E a Bia querida diz: eu sei, por isso estou olhando tudo...
Tia Bia examina o edu inteirinhooo e sua cabeça, o corte, inchaço. Ela diz que Eduardo está bem, porém como está inchada a cabeça ela acha melhor fazer um Raio X.

CENA 9
Mãe vai até a unimed, Eduardo e Vicente brincam e colocam o terror na sala de espera, tira o raio x e a máquina de impressão das lâminas, resolve que não ia mais funcionar. Mãe volta pra casa. Eduardo e Vicente dormem no carro. Quando está chegando em casa, ligam dizendo que a máquina voltou a funcionar. Mãe deixa a vizinha e o vicente em casa e volta pra Unimed.

CENA 10
Mãe tira o filho do carro, ainda dormindo, ele não acorda. Mãe entra no elevador, e um casal de senhores olham pro eduardo e dizem: Olha só que sono profundo coisa linda!
Mãe recebe um soco no estômago... como assim? sono profundo? ele pode dormir? ai meu Deus!
Mãe fala o que aconteceu e o casal deixa mãe mais apavorada.

CENA 11
Mãe pede os exames, e o povo demora pra atender, até que vem a 5 pessoa e a mãe fala assim: Ele quebrou a porta do forno com a cabeça eu PRECISO levar os exames pra pediatra AGORA. Então o povo vai atrás tentar achar as laminas do Raio X. Enquanto estes 15 minutos se passam, o filho dormindo no colo da mãe, que pela primeira vez, ficava conferindo pra ver se ele estava respirando.

CENA 12
Mãe coloca o filho no carro, e ele não acorda, não se mexe. Mãe meio em pânico liga pro consultório avisando que está indo. Trânsito, congestionamento, desvios, eduardo dormindo.

CENA 13
Mãe chega ao consultório, eduardo acorda. Mãe mais aliviada. Exames na mão da tia bia, Eduardo BEM.

FIM DO PRIMEIRO EPISÓDIO
PS: Chegamos em casa, e só então alberto foi entender que o eduardo tinha caido no forno, e que tinha quebrado o vidro...
PS1: De lambuja descobrimos que os dentinhos estão todo prontinhos pra sair, e que não são dentinhos, são dentões.
PS2: Eu ainda não consegui entender o que aconteceu.
PS3: Eu estou toda dolorida.
PS4: Eu deveria estar agora passando o aspirador pela casa inteira, mas resolvi escrever pra contar todos os detalhes pra vocês, então, agora, vou aspirar a casa
BJOHOJENAOMELIGAPORQUEAINDATOSEMVOZ

8 comentários:

  1. Caraca, fiquei cansada até de ler, que maratona amiga, mais que bom que está tudo bem...Ja tinha esquecido como criança dá trabalho aff...hehe

    ResponderExcluir
  2. Amiga...definitivamente sua vida tah igual o no limite.

    ResponderExcluir
  3. Nossa que aventura!

    Mas prepare seu coração pois vc terá muitas mais pela frente pois mãe de meninos sofre.

    Disso eu entendo pois tenho 2!!! Aguenta coração!!!

    Bjos

    Elaina #amigacomenta
    http://www.vidademae.net/

    ResponderExcluir
  4. Que susto!!
    acho que eu ficaria doida, doidinha...
    bjs
    #AmigaComenta

    ResponderExcluir
  5. Estou sem ar!!!!!Passando para conhecer e seguir as amigas do Blogueiras Unidas que também participo!!Bjsss

    ResponderExcluir
  6. Eu sou a vizinha querida, hahahaha!! e tbm tenho um terroristinha em casa, mas a gente vai levando né, um dia após o outro...hehea! bjos!

    ResponderExcluir
  7. Você vai guardar estes textos para o Eduardo ler qdo for adulto né? Quem sabe assim ele faça que nem eu: Não ter filhos jamais!

    Mas fique tranquila, seu lugar no céu já está garantido ;)

    ResponderExcluir
  8. Olá, venho do BLOGUEIRAS UNIDAS, visitando os blogs que fazem parte da parceria, hoje é sua vez. Estarei sempre por aqui pois estou te seguindo. Parabéns, seu blog é lindo e criativo. Fica o convite para você conhecer o meu e quando estiver por lá deixe seu recadinho, isso me deixaria super feliz.

    Grande abraço,

    http://celiarteartesanatos.blogspot.com
    Lista I - nº 64

    ResponderExcluir